menu

ASP

chevron_right
Airf'Auga 4

Venus of Kazabäika

Bórgia Ginz

Fora

O’, perco-me Toda!
Entro no Teu Dommynio de Sonho
e és a minha Funesta Maravilha.
Espero pelos Teus Anjos nos braços,
Gótticos Embates na minha Ventura,
e entretenho a minha Virtude
com os Tronos da Tua Pureza de Guerreiro.
A minha Mente é Tua Cama.
Aplicas-Te Duro na minha Coroa
e rolas-me nos Ventos do Nada para Bem Longe,
para a Lonjura.
E cá fico.
Perante O Negro do Tempo em que se Tornaram Os Teus Cabelos.
O’, perco-me Toda!
Enfio-me pelos Teus Pedestais Loucos em Fúria!
O’, perco-me Toda!

 

Vénus Caída

 

DRAMA ESTÁTICO A DUAS DIMENSÕES
ou
A PARAFERNÁLIA DO DESOSSADO

(pum)

Lanebt.
Quem tem os pós nos medos?
Lanebt.
Quem tem os pós nos medos?
Lanebt.

Fim

Dramaturgia litúrgica com arremesso de matéria
pesada na dilaceração.
Lamento diário a 5 rpm. 1 rpm=380º.r. Dissonância
concreta.
Sala senhorial com metafísica aberrante na
proporção. O encaixe dá-se
pela medula. Óculo transviado.

2º Fim

O homem podre afasta-se pelo meridiano.
A sala abate-se sobre a audiência.

Fim último

Em metamorfose oxidada, surge o pânico!

Lanebt, suspira de alivio!

 

Venus in Shadow

 

Mortandade elíptica

Vocês,
os mortos,
os que me rodeiam a pretuberância,
vão rastejar pelos lodos da fé
enquanto espreitam a oportunidade
de anteverem o meu sexo sagrado,
de lhe tocarem com os dedos de
esperma hediondo,
infecundo,
gangrenado.
Vão lamber os cotos pela lamúria
de serem tão toscos na celeridade.
Oh, homens castrados que nada
valem para além de um tiro!
Lamento-me de ser tão bem lapidada
no meio de vós,
animais da formatura
em rebanho.
Amputo-vos a sombra,
decepo-vos o cérebro quase existente,
aniquilo-vos o tempo que já vai sendo demasiado.
Adorarei saber o vosso sangue a escorrer pela calçada do cemitério,
depois do louva a deus que enterra os corpos e os leva
para o precipício de Abdalon.
Eu lá estarei, de pernas abertas e mãos em forma de adeus.

 

Venus of Kazabäika





  • cover play_circle_filled

    01. Armor is nuit
    La Main Traumatique,Joséphine Muller,Ian Linter

  • cover play_circle_filled

    02. Orion
    La Main Traumatique,Joséphine Muller,Ian Linter

  • cover play_circle_filled

    03. Mar in your
    La Main Traumatique,Joséphine Muller,Ian Linter

  • cover play_circle_filled

    04. Amour/Amor
    La Main Traumatique,Joséphine Muller,Ian Linter

  • cover play_circle_filled

    05. Torpor inatua
    La Main Traumatique,Joséphine Muller,Ian Linter

  • cover play_circle_filled

    06. Tormen Thor
    La Main Traumatique,Joséphine Muller,Ian Linter

  • cover play_circle_filled

    01. Lar am
    Ian Linter

  • cover play_circle_filled

    02. Ofidys in vain
    Ian Linter

  • cover play_circle_filled

    03. Lasmontor
    Ian Linter

  • cover play_circle_filled

    04. Osd in the
    Ian Linter

  • cover play_circle_filled

    05. Yasmin F
    Ian Linter

  • cover play_circle_filled

    06. Sanz
    Ian Linter

  • cover play_circle_filled

    07. Ronnor is bia
    Ian Linter

  • cover play_circle_filled

    08. Laretrt and the sun
    Ian Linter

play_arrow skip_previous skip_next volume_down
playlist_play